Como manter os bons hábitos alimentares do bebê quando ele já está um mocinho?

Bons hábitos alimentares para todas, o assunto de hoje é sobre: comida!

Pois é, Mamães, os bebês crescem. Buá! – Vai entender o coração de uma mãe, a gente quer e ao mesmo tempo não quer que eles cresçam! No fundo, todas nós esperamos que nossos filhos se desenvolvam saudáveis ao nosso lado. Para isso, alimentar-se bem é necessário. E quando eles chegam perto do seu primeiro aniversário, podem e devem se sentar à mesa na hora das refeições.

Mas o que colocar no prato? Pretty little girl biting an apple

A alimentação de um bebê, quase sempre é super nutritiva e saudável. Primeiro porque até os 4 meses (ou 6 meses, vai depender do país que você mora, do pediatra ou se o leite é materno/fórmula) as crianças bebem o leitinho que contém tudo o que elas precisam. Depois, introduzimos as frutinhas, e com o tempo, passam a se alimentar com legumes e carnes, todos misturados e batidos em forma de papinhas! Quer alimentação mais saudável do que esta?

Acontece que com a chegada dos dentinhos, muitos pais acabam dando as deliciosas (mas prejudiciais) guloseimas, como bolachas, biscoitos e salgadinhos. Além disso, outro hábito que não acrescenta nada na saúde, é que muitos continuam dar aos seus filhos as papinhas e outros produtos comprados nos mercados e disponíveis especificamente para alimentação dos bebês. Segundo uma pesquisa aqui na Alemanha, cerca de 90% das crianças com 12 meses recebe esses potinhos com papinhas prontas. E 33% dessas crianças continua a comê-las até os seus 2 anos de vida. O professor Berthold Koletzo, pediatra e porta-voz do Conselho Consultivo Científico sobre a saúde infantil, revela que essas papinhas contém nutrientes mas que não devem ser dadas às crianças depois do seu primeiro aniversário, isso porquê nessa faixa etária as crianças já podem comer quase tudo, e devem receber os nutrientes e vitaminas de várias fontes.

Sentar à mesa com a família faz bem.

Com um ano de idade a criança deve se alimentar daquilo que os pais comem. Melhor dizendo, aquilo que os pais comem de bom (ou deveriam comer). Algo nutritivo, gostoso e saudável: arroz, feijão, verduras, legumes, carnes magras, peixes, frutas, massas, …

Nessa idade, as crianças devem participar do jantar em família e comer de tudo (cuidado, claro, com os alimentos “que engasgam” e com aqueles, como o morango, cheios de agrotóxico!). Assim, o “ritual” de passagem da alimentação de bebê para a alimentação infantil é feito, e podemos agora aproveitar as coisas boas que essa mudança pode proporcionar:

  • A refeição em família faz com que a criança sinta o prazer de se alimentar, e ainda proporciona momentos descontraídos, de conversa e interação familiar. (é claro que às vezes rola um stress, principalmente quando a criança não quer comer – mas essa conversa a gente deixa para outro dia!).
  • Proporciona um efeito positivo sobre o que escolher para se alimentar. Muitas vezes, o hábito alimentar da criança é parecido com o do seus pais, por isso, o melhor a fazermos é darmos bons exemplos. Todo mundo ganha comendo mais saudável!
  • Deixar a criança se alimentar sozinha desde cedo ajuda a torná-la independente nesta função e ainda reforça e estimula o desenvolvimento motor. Claro que você vai encontrar de brócolis aos milhares de grãos de arroz em baixo da mesa, mas vale a pena. Pois com o tempo, essa sujeira toda diminui e seu filho estará sentindo o prazer de se alimentar bem e sozinho.
  • Televisão desligada na hora das refeições, sempre. Aliás, aqui em casa a televisão só pode no fim de semana, uma mudança positiva feita aqui em casa, que depois escrevo para vocês. É comprovado que quem come diante a televisão, ingeri mais alimentos do que o necessário e come mais rápido, o que não é saudável.

IMG_5147

Formar bons hábitos alimentares nos nossos filhos é uma tarefa difícil. Afinal, quase sempre é uma mudança que deve começar por nós. Eu que o diga! Amo (muito mesmo – amor a primeira vista) bacon e coca cola! Mas quando a gente tem filho, há uma responsabilidade e tanta nesta função, que nos modifica, nos transforma, nos faz ser e viver melhor, sempre.

P.S. Ainda como bacon, escondida! E a coquinha esperta durante a semana, não é coca cola, é chá preto!

Ótimo fim de semana a todas e boa alimentação!

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s