15 perguntas sobre uso de óculos de sol em crianças

Dias quentes e ensolarados pedem muita água e ingestão de alimentos leves e refrescantes, como frutas, picolés, sucos e verduras. Mas quando o assunto é SOL, existem outros cuidados que devemos nos atentar com relação a saúde dos nossos filhos. Por isso, o blog da Super Mammy escreveu 15 perguntas e respostas sobre o uso de óculos de sol em crianças. Leiam e fiquem por dentro deste assunto importante em qualquer que seja a estação do ano.

FotorCreated1- Crianças podem usar óculos de sol?

Sim. Crianças podem e devem usar óculos de sol como forma de proteção contra os raios ultravioletas a e b, que são perigosos não apenas para a nossa pele, mas também – e tão importante quanto – para a os nossos olhos.

2- A partir de que idade é permitida o uso de óculos escuros?

Pelo fato de se encontrarem em desenvolvimento, as crianças são necessariamente aquelas que qualquer agressão do meio ambiente poderá ter maior repercussão ao longo da vida. Por isso aspectos relacionados com a prevenção são muito importantes. Com relação à saúde ocular, ocorre o mesmo: prevenir desde cedo é fundamental. Mas a grande questão é: as crianças devem usar óculos de sol a partir de que idade?
A proteção contra a radiação solar tem importância apenas a partir da idade em que a criança adota um estilo de vida que lhe traz maior exposição, ou seja, quando começa a ter atividades ao ar livre.

3- Óculos de sol são recomendados para bebês?

As crianças podem usar óculos de sol em qualquer idade. Mas é importante que os óculos tragam proteção e não perigo aos nossos filhos. Portanto a partir do momento em que elas consigam manuseá-los de forma autônoma, o uso é recomendado. Existem óculos para bebês, com elásticos para mantê-los firmes e seguros no rostinho deles. Talvez seja uma opção em condições especiais, como quando estamos em locais de maior exposição aos raios ultravioletas: grandes altitudes (montanhas) e superfícies muito refletoras (neve e grandes superfícies de água).

4- Existe algum item importante para se verificar na hora de comprar óculos de sol para crianças?

Antes de mais é necessário saber o que se espera dos óculos de sol. A maioria das pessoas usa óculos escuros para melhorar o conforto visual na presença de luz solar. Embora este aspecto seja muito importante, o principal objetivo para o uso de óculos escuros, deve ser a sua capacidade de proteger a criança das radiações nocivas ao aparelho visual. “As crianças passam mais tempo expostas à luz ambiente do que os adultos. Estima-se que a média de radiação recebida pela criança seja três vezes a do adulto e que cerca de 80% da radiação seja recebida antes dos 20 anos de idade. Por outro lado o cristalino da criança transmite mais radiação visível de baixo comprimento de onda (azul) e ultravioleta à retina, do que o cristalino do adulto. Estima-se que 75% da radiação que chega à retina, ocorra antes dos 10 anos de idade e apenas 10% depois dos 25 anos.” Augusto Magalhães, oftalmologista pediátrico.

5- A criança deve usar o tempo inteiro óculos escuros durante sua exposição ao sol?
Quanto mais tempo a criança usar óculos durante sua permanência sob sol ou neve, mais estará protegida. Assim como chapéu e protetor solar, este assessório é indispensável na hora de buscar uma ideal proteção contra os raios UVs. Como a criança possui muita energia e muitas vezes não quer usar óculos, evitar que a criança brinque do lado de fora nos horários de pico da radiação, também é uma forma de proteção.

6- Existe algum cuidado que devemos ter com a higiene e manutenção deste assessório?

Sim. Limpar os óculos com panos apropriados é importante para o cuidado da lente e da visão, uma vez que as lentes podem sujar e riscar com a areia, já que as crianças brincam no parquinho, por exemplo. Também, óculos com marcas de dedos ou riscos causam desconforto visual e os olhos buscam adaptar-se a essa “visão com obstáculos” causando cansaço e esforço ocular desnecessário. A manutenção dos óculos deve ser feita com limpeza diária, armazenamento em local apropriado, de preferência dentro da embalagem (caixinha dos óculos), confirmação frequente de que suas lentes estão intactas e que seu formato continua adequado para o rosto da criança.

7- Quais são os problemas visuais causados pela radiação solar?
Os efeitos negativos à saúde visual provocados pelas radiações UV dependem da intensidade da radiação, definida pelo índice de radiação UV, e pelo tempo de exposição sem proteção adequada. Existem lesões que são imediatas e outras que ocorrem a longo prazo. Dentre as lesões imediatas ocorridas pela exposição ao sol estão: queimaduras palpebrais e queimadura solar da córnea, que dificilmente acontece em crianças por brincarem no sol. Porém, outras lesões ocorridas a longo prazo são importantes e devem ser consideradas, como: degeneração macular e cataratas. A falta de proteção aumenta em 60% a chance de evolução precoce de cataratas. Essa doença é a responsável por 48% dos casos de cegueira. Os efeitos da radiação são cumulativos ao longo da vida e por isso os problemas causados pela proteção incorreta ou não proteção aos raios solares aparecem anos depois, já na fase adulta. Proteção precoce é fundamental.

8- Como podemos verificar se uma lente é boa ou não?

A qualidade da lente nos óculos de sol depende de dois fatores: a cor e o tipo de lente. As lentes devem possuir boa qualidade ótica, e isso podemos verificar observando o aspecto global das lentes como simetria, material e cor. Para as crianças recomenda-se o uso de lentes feitas de policarbonato, que são inquebráveis. Com relação a cor, devemos optar por lentes com tons de cinza e marrom. Lentes muito escuras podem expor ainda mais ainda a retina ocular.

9- Óculos de sol de boa qualidade para crianças são sempre caros?

Não. Óculos de sol não tem de ser caro para oferecer uma boa proteção contra as radiações UV. Na maioria dos casos o elevado preço dos óculos de sol tem haver com a marca. O mais importante nos óculos não são as armações e sim as lentes!  Para pagar mais barato, procure por lentes com certificação e não por armações com marcas de grifes.

10- As crianças precisam usar óculos de sol também no outono e no inverno?

Sim. É claro que no verão as crianças brincam mais ao ar livre e por isso ficam mais expostas aos perigos dos raios ultravioletas. Mas no inverno gelado onde a neve cai, por exemplo, a importância do uso dos óculos com proteção é grande, uma vez que existem ambientes que aumentam a taxa de reflexão da luz e dos raios UVs. Na neve você receberá uma radiação ultravioleta extra de 80%, enquanto na água do mar ou da piscina o número é de 20%. Os dias nublados também possuem altos índices de radiação!

11- A radiação solar é mais forte na praia e em piscinas?

Acreditar que o uso de óculos de sol deve ser feito apenas quando for nadar na piscina ou na praia é um erro. A radiação solar pode ser alta em qualquer lugar e até mesmo em dias nublados, cuja radiação atinge cerca de 70% da incidência dos dias ensolarados.  A radiação ultra-violeta é refletida pela areia, água, grama, neve… por isso além de óculos e protetor do solar, evitar atividades ao ar livre em horários de pico da radiação é uma forma de manter nossos olhos e os de nossos filhos mais protegidos.

12- Por que as cópias de óculos de sol são perigosas para os olhos?

As cópias de óculos são bonitas e atualmente bem-feitas, mas não garantem proteção para os nossos olhos por conta das lentes de contato de má qualidade. É conhecimento de todos que muitas pessoas buscam óculos bonitos e baratos, e acabam comprando seus óculos ou de seus filhos em locais não apropriados. Este tipo de mercado tem se proliferado e a fiscalização é pouco eficaz. Estima-se que na europa, por exemplo, cerca de 30% dos óculos de sol vendidos anualmente sejam ilegais, e portanto saiam fora do controle de qualidade imposto pela legislação europeia. No Brasil acontece o mesmo problema em escala ainda maior.
Oftalmologistas são claros e possuem a mesma opinião sobre óculos sem proteção adequada: melhor não usá-los! A utilização de lentes que não oferecem proteção adequada é considerada mais perigosa do que simplesmente não usar os óculos de sol. Isso porquê possuímos naturalmente mecanismos de defesa que são inibidos na baixa luminosidade. Quando estamos no escuro, nossa pupila se dilata e facilita a entrada da luz. A mesma coisa acontece quando utilizamos óculos de sol com lentes escuras: nossas pupilas se dilatam, entra mais luz e radiação, e se os óculos não possuírem proteção adequada, danificam mais nossa visão do que se estivéssemos sem óculos.

13- Comprei óculos de sol para meu filho, mas ele insiste em não usar. O que eu faço?

Crianças são agitadas e não param quietas, por isso a utilização de óculos de sol podem causar desconforto e até mesmo acidentes. Quando a criança é pequena e não consegue entender os cuidados necessários na hora de brincar usando óculos, é muito provável que queira tirá-lo rapidamente dos olhos. Antes de ir à praia e à piscina, por exemplo, deixe a criança testar e manusear os óculos, afim de adaptar-se com esse novo objeto. Coloque a criança frente ao espelho para que possa observar-se com e sem os óculos, brincando com a auto imagem.

14- Existe uma marca recomendada na hora de comprar óculos de sol para crianças?

São muitas as marcas existentes no mercado atualmente. É comum a tendência de escolhermos óculos motivados pela estética. Porém, mais importante do que beleza e marca, é a garantia de que na hora da compra optamos por óculos com filtros contra raios ultravioletas (UVA e UVB), certificação de que a gama de radiação nociva será bloqueada, lentes com formato adequado para o sistema ótico do olho e que sejam confortáveis no rosto. Procurem óculos com certificados de qualidade!

15- Quais são as situações especiais em que o uso dos óculos é obrigatória?

Crianças que são operadas por causa de catarata ficam mais expostas e a quantidade de radiação que passa para a retina é maior, exigindo o uso de uma proteção como os óculos solares. Alguns medicamentos img_0736como antibióticos a base de sulfonamidas e tetraciclinas, antidepressivos e antiepiléticos, aumentam a sensibilidade dos tecidos oculares à radiação ultra violeta (UV).

E então, mamães? Gostaram? Eu adorei pesquisar sobre esse tema. E para escrever este artigo eu contei com a ajuda do doutor Augusto Magalhães, responsável pelo Serviço de Oftalmologia do Hospital de São João, em Porto, Portugal. Visitem o site dele.

E visitem também nossa fan page! 🙂

facebook.com/asupermammy

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s