2

Anos 80: Saudade ou eu que estou meio “retrô”?

Esses dias me peguei contando aos meus filhos as maravilhas de quando eu era criança! Comidas, sorvetes, brinquedos, brincadeiras, programas de televisão, bagunça com as primas… momento saudosista total! E sabe que eles gostaram de ouvir?! Inspirada nessa conversa, resolvi relembrar tudo o que me fez feliz na infância.

Confesso que revivendo momentos percebi que o tempo passou rápido, e a neura do “estou ficando velha” bateu! Quando fiz trinta anos meu filho, demonstrando espanto, disse:“Mamãe, 30 anos! Não acredito nisso! 30 anos, nossa!”.

Para ele, 30 anos é estar no “bico do corvo”, um exagero, eu sei. Crianças são crianças, sempre espontâneas e autênticas, por isso superei todo esse espanto. Mas que o tempo está passando, está … e isso é inevitável.

Mas reviver é preciso, afinal somos quem somos devido ao que aprendemos, ao que lembramos e ao que sentimos. Essa é nossa história, isso somos nós. Além disso, criança encontra felicidade em tudo, por isso vale a pena recuperar um pouquinho desse sentimento e ser mais grata ao que tenho hoje.

Tenho certeza que a criança que fui e aquela que ainda existe em mim ajudam a me construir enquanto mãe. Mas que seria uma maravilha do século se toda essa jovialidade interior refletisse na minha pele deixando-a firme, esticada e radiante, ah… seria!!!

Enquanto passo meu creminho anti-age, sim, porque estou meio “retrô” rsrsrs, separei 30 imagens que retratam a minha felicidade de criança e saciam, pelo menos um pouquinho, a minha saudade. Vejam só:

Galeria
2

Brincadeiras para o jantar!

10 Atividades para se divertir no Restaurante.

img_4493 (2)

Olá Mamães!

Criança quietinha é sinônimo de criança educada? Minha resposta é não!

E cada dia mais encontro crianças “quietinhas” por aí, principalmente quando saio para jantar ou almoçar fora de casa.

Qual o segredo? Como conseguir essa façanha?

Esse SEGREDINHO tem nomes: Ipad, DS, Mp3 , Celulares e seus milhares de aplicativos divertidos e bacaninhas que prendem a atenção da criançada, que ficam ali sentadas por horas, sem dar trabalho algum para os papais e mamães.

Quem é que não gosta? Problema resolvido para os dois lados. Criança feliz jogando. Papais e mamães contentes comendo.

Acharia isso uma ótima ideia se não me preocupasse tanto!

Utilizar os “brinquedinhos” eletrônicos como forma de “controlar” as crianças, sem estabelecimento de limite de tempo, uso e necessidade, é um caminho perigoso a trilhar.

Acho legal e oportuno oferecer esses recursos à criança em determinadas situações, como por exemplo em viagens longas.

Sei que existem vários aplicativos infantis interessantes e educativos, que se usado ponderadamente, podem acrescentar algo.

O lado ruim de tudo isso, aliás deixe-me por isso no PLURAL porque são muitos os pontos negativos, é que a criança que fica muito tempo no celular, DS, Ipad, ou o que for, está perdendo a oportunidade de se relacionar com outras crianças, conversar e se divertir com os pais e sua família, participar de um momento REAL em que outros presentes compartilham, seja em casa, durante uma viagem ou em um restaurante.

E os pais também perdem com isso, pois deixam de conversar com seus filhos sobre escola, amigos, gostos, ideias, pensamentos sobre determinados assuntos, além de influenciar negativamento na formação e consolidação do laço afetivo.

Acho triste quando vejo uma família passeando e observo os filhos, ou até mesmo os pais, grudados em seus aparelhinhos eletrônicos. Sinto tristeza porque muitos estão ali em silêncio, apenas fisicamente, perdendo a oportunidade de conversar, se divertir e apreciar a sua própria família.

É possível sair para jantar com as crianças, sem vídeo game ou celular, e ainda sim ser divertido e prazeroso!

Selecionei 10 brincadeiras que podemos fazer com a criançada na mesa do restaurante, estimulando o diálogo entre nós e nossos filhos.

Precisamos exercitar o hábito da conversa com nossos filhos desde pequenos, caso contrário não conseguiremos isso quando eles forem maiores.

Por isso, vamos sair para jantar e ser feliz!

10 brincadeiras para a mesa do restaurante:

Este slideshow necessita de JavaScript.